Diversos

RIO ANTIGO SOB O OLHAR DE UM AMADOR

Avenida Rio Branco vista do convés do Bluncher – Praça Mauá com Avenida Rio Branco

Antes mesmo da constante realidade das câmeras digitais e o compartilhamento de imagens, era muito raro encontrar uma pessoa comum colocar as mãos em uma lente.

Acontece que, Alberto de Sampaio (1870-1931), Advogado, foi um dos poucos que se aventurou pela fotografia no início do século 20.

Tudo isso foi descoberto a pouco tempo e pode ser degustado, desde quinta (06/10/2016), no Centro Cultural Correios.

As imagens retratam cenas urbanas do Rio de Janeiro, principalmente do Centro e Zona Sul, tem registros de Copacabana em 1907, Arpoador em 1910.

Também tem registros da Avenida Rio Branco em 1905, época de sua inauguração, ainda como Avenida Central. Além disso, há também duas fotos do Morro do Castelo, em estereoscopia, processo que dá a impressão de relevo e permite ver a cena em 3D.

Nessa raridade de acervo existem também, imagens da vida familiar de Alberto, e também cliques dele próprio em frente à espelhos. Será que foi ele o pioneiro de Selfie na frente do espelho? rsrs

Dando início ao universo da fotografia em 1888, por 40 anos Alberto se aprimorou e estudou iluminação. E em certos momentos utilizava como rebatedor um livro aberto.

O nome dessa exposição sensacional é:
Lentes da Memória: A Descoberta da Fotografia de Alberto Sampaio

Ela reúne cerca de 130 imagens, objetos pessoais, materiais de laboratório e filmes de 16mm.

E aí, gostou? Então vai lá conferir!

CENTRO CULTURAL CORREIOS
Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – RJ.
De 06/10/2016 à 04/12/2016.
De terça à domingo, das 12h às 19h.
Entrada GRATUITA

Até mais pessoal!
Priscila Costa.

Write a comment